A Água tem Alma Inspirações / WaterLove

Uma amiga, com alma de loba, ensinou-me um dia muito sobre as mulheres.

(Mal sabe ela o quanto me ensinou!)

Ensinou-me que, não há muito tempo, as mulheres se reuniam para cantar, dançar e celebrar a avó Lua na sua plenitude.

Ensinou-me a tocar tambor.

Mas, mais importante que tudo, ensinou-me que as mulheres são portadoras de Vida através da Água.

Ela ajudou-me a parar, para sentir como a água é sagrada, é dom da vida. Para sentir que a água, tem alma.

Ensinou-me que o espírito da água é feminino.

Ela ensinou-me a parar, e a ouvir mais atentamente a água a fluir através de mim.

Ela ensinou-me a cantar a canção “Inuit”, da Água, e a sentir a água de que sou feita a agitar-se ao som da música.

Não é possível parir sem água. É a água que nos conduz desde o mundo das almas até este mundo.
Segundo os ensinamentos das avós Inuit, o espírito de uma pessoa traz consigo tudo o quanto É, quando faz a transição para o mundo físico, e essa sabedoria é carregada pela água, no interior do útero.

O bebé passa nove luas no vaso de água que é o útero, e o nascimento é como uma viagem num rio.

O espírito da água ajuda o momento do parto, e o espírito da criança dentro do útero é chamado e encorajado pelas avós, que são parteiras e ajudantes ao nível terreno.

Antes do bebé nascer, é costume banhar a mulher grávida para fazer o bebé apreciar onde está, e para a mãe se conectar com o bebé, por também se sentir envolvida pela água.

Quando estamos no mar, e nos faltam as forças, se lutarmos e esbracejarmos vamos começar a afundar-nos. Se pararmos e nos entregarmos, o mar leva-nos e entrega-nos a salvo na praia. Assim é o trabalho de parto…

Antes de parir eu evoquei-a. Evoquei todo o nosso círculo sagrado. Sei que a nossa roda se juntou, noutro plano que não o terreno, e que os tambores tocaram e guiaram as minhas água trazendo o meu filho até este mundo.

 

Grata por isto, partilho-o aqui.

 

(imagem de Camilla Albano)


Apaixonada pelo processo de desenvolvimento humano. Apaixonada pelo Yoga. Apaixonada pelo parto. Apaixonada pela Vida. Sou Mulher. Sou Mãe. Sou Alma.