[Relato de parto #29] Ines Silva Relatos

Cerca de dois meses depois sento-me finalmente para escrever a estória do meu parto.

Foi um parto lindo e maravilhoso onde senti a verdadeira força e ligação da família.

O Henrique nasceu em casa, dentro de água tal como eu sempre sonhei.

Durante a noite tive algumas contracções que me permitiram dormir e só na manhã seguinte, por volta das 11h, chegaram as contracções regulares.

Entrei na piscina e “mergulhei” no mundo do meu parto.
O meu marido tinha preparado tudo: as velas, a luz baixinha, a água quente da piscina…
Tudo perfeito para eu poder conectar-me comigo própria e com o meu bebé que estava a caminho.

Fiquei dentro de água apoiada na borda da piscina enquanto a minha mãe me massaja as costas e o meu marido me encorajava e abraçava. A música tocava e eu ouvia-a cada vez mais distante…

Doía, sim, mas eu sentia-me tão acarinhada pela minha família e expectante por conhecer o meu bebé que nada mais importava.
Senti o Henrique a descer e foi indescritível a sensação de tocar a cabecinha dele, com tanto cabelo, enquanto o corpo ainda estava dentro de mim. Deu-me forças e uma dose extra de energia para continuar e às 13h25 já o tinha nos meus braços.

Olhei para ele e chorei. Tínhamos conseguido!

Deitei-me no sofá onde permaneci toda a tarde com o Henrique no meu colo. Os dois despidos e ainda pertença um do outro.

Senti-me amada, poderosa e descobri que nós mulheres temos uma força imensa dentro de nós, basta acreditarmos.
Foi no dia 13 de Janeiro que fui mãe e vivi a experiência mais gratificante da minha vida.

~Inês

(Foto de Bárbara Araújo)


Um coletivo de mães que fomentam o Parto na Água em Portugal.