Gratidão pelas palavras partilhadas Entrevista / Especiais

Gratidão pelas que nos abriram as portas e que nos abraçaram com sua sabedoria.
Gratidão pelas horas passadas no café, ou depois de um evento no banco de jardim, num picnic, ou numa noite em frente ao skype.
Gratidão por quem nos ouviu, quem connosco falou, quem nos respondeu por escrito e até quem ainda não teve tempo de nos falar. Gratidão pela paciência quando a ligação caía ou os nossos filhos nos pediam atenção. Gratidão pelas interrupções, que nos ajudaram sempre a re-começar melhor. Gratidão pelo coração aberto, pela coragem de partilhares a TUA estória e o TEU saber – ambos de riqueza infinita para nós.
É com um enorme carinho que escrevemos para ti, que em 2016 fizeste parte da nossa galeria de entrevistas, em forma de agradecimento pela tua partilha.

Aproximamo-nos do fechar de um ciclo, com o fim de ano, e estamos gratas que tenha sido mais um, onde vivemos tantas aprendizagens e oportunidades.
Aprendemos contigo e com cada uma (e cada um) que entrevistámos, através de uma partilha tão disponível e amorosa que muitas vezes nos comoveu, que nos permitiu ter outras perpectivas, alargar os horizontes, parar e reflectir. Mais ainda, que nos permitiu passar valiosas mensagens a outros.

Estamos seguras de que as tuas palavras, ainda que possam parecer poucas, criaram em quem nos lê grandes revoluções, disponibilizando no Outro o questionamento e ajudando a criar maior consciência deste mundo Criador&Maternal a que nos dedicamos.

Foi um prazer poder partilhar sobre este mundo da Energia Feminina – honrando todas as suas formas – e lembrando as raízes, por muitos esquecidas, e levadas pelo tempo… Partilhar sobre este mundo, do qual tantas mulheres se desligaram – agora nós, conscientes, e antes de mais atentas para o seu potencial (gigante!) de Cura.

Fazemos parte deste mundo que quer evoluir, crescer, ser mais consciente, mais atento e humilde, menos centrado no ego… um mundo que se permite viver de uma forma menos sofredora e mais fluída.

As sincronias que temos vivido, e o nosso encontro CONTIGO é uma delas, são para nós uma prova de que este “Novo Mundo” está em perfeito equilíbrio com uma ordem superior do Universo que nos ama, nos acolhe, e está sempre a nosso favor.

As nossas conversas/ entrevistas no ano de 2016 foram feitas de partilhas de profissionais de saúde, de doulas, de mães e pais de água, de artesãs, de professoras de yoga e outras artes, de profissionais de preparação para o parto, de terapeutas… tantas e tantos que nos ajudaram a enriquecer este ano!

Acredita que tu, e por abrires assim o teu coração, deste esperança a tantos outros Seres, que seguramente se reconheceram e se inspiraram nas tuas palavras.

As nossas conversas são sem dúvida um convite a trabalhar uma consciência individual que leva à cura de uma consciência colectiva.

Cada entrevista foi uma viagem, uma oportunidade, um mergulhos nas profundezas – e para nós (sempre!) uma agradável descoberta!

Durante todo o ano nos mantivemos focadas no nosso objectivo de trazer de voltar a opção de parto na água ao SNS, e, pode até parecer que não, mas a tua contribuição foi valiosa para o nosso trabalho. Ajudaste, sim! fortalecendo a nossa mensagem; credibilizando as nossas fontes; dando-nos fé e esperança para continuarmos neste caminho, nesta “luta” amorosa que acredita numa forma Natural, fisiológica (e absolutamente poderosa!) de trazer novos seres a este mundo.
Queremos partilhar contigo o nosso trabalho e também que Agradecemos, profundamente, a Nós!
Sim, umas às outras – como equipe de trabalho do site das mães d’água – a cada uma de nós que tornou esta dinâmica possível. Agradecemos todas as vezes que incansavelmente nos suportámos, nos apoiámos, desabafámos, nos empoderamos e, além do mais, nos conhecemos melhor e amorosamente nos honrámos pelo que cada uma é.
A cada uma e a todas – entrevistadas e entrevistadoras – que são acima de tudo mães e que no meio da sua rotina maternal e pessoal encontraram tempo e dedicação para trazer estas partilhas para o mundo – GRATIDÃO.

A ti, Catia Brandão
A ti, Filipa Ferreira
A ti, Joana Vitoria Martins
A ti, Liliana Brandão
A ti, Marina Oliveira
A ti, Rute Ferreira

… a nossa editora oficial, Joana Fartaria, que além de ser uma inspiração, em todos os momentos nos incentiva, nos dá uma luz de esperança quando achamos que não conseguimos, que nos ajuda a descontrair quando estamos sobre pressão, e que se move e nos move num fluir natural e espontâneo – tal como as águas do mar!-sem pressão, onde o que acontece é o que deve acontecer – Gratidão.

A todas – e a quem nos lê também! – GRATAS pela vontade, pela dedicação e por acreditarem neste movimento.

Desejamos que o novo ano seja ainda mais fértil do que este, e traga mais águas transformadoras ao nosso mundo. Que traga mulheres e homens mais conectados – reencontrados, enraizados – e mais conscientes de que a forma como trazemos bebés ao mundo, desde a concepção até à educação, é um processo de transformação não só para esse novo Ser mas também para os seus pais, e para toda a humanidade.

O mundo será, sem dúvida, um melhor lugar, quando mudarmos a forma como chegamos a este mundo.

Agradecemos a cada uma de vós e a cada uma de nós,
Com Uma Imensa Gratidão,

Mães d’ Água ~ Equipa Entrevistas

Podes ler todas as nossas entrevistas AQUI

(Imagem Uau, por Chanel Baran)


Um coletivo de mães que fomentam o Parto na Água em Portugal.