Corpo Sagrado Inspirações

Há dias que me sinto linda e de bem com o meu corpo.
Há dias em que… nem por isso.

Sempre foi assim, a vida toda, mas depois da gravidez as coisas mudaram um pouco. À primeira vista tudo parece estar igual, não ficaram marcas aparentes de uma gestação, mas, quando olho ao espelho, sinto que algo está diferente. Algo que eu não consigo bem perceber…

Olho ao espelho.
Vejo-me.
Reconheço-me, mas não totalmente.

Algo mudou.
Na verdade tudo na minha vida mudou, e sim, o meu modo de ver o Corpo mudou também.
Eu faço um exercício diário: todos os dias me relembro a mim mesma – este corpo é magnífico!

Faço por me lembrar, por não me esquecer nunca que este corpo conseguiu modificar-se de forma a gerar um ser e pari-lo.

Olho ao espelho, vejo o meu corpo, e todos os dias ele me vai re-lembrando do sagrado que ele é!

Hoje escrevo para te ajudar a recordar que também o teu corpo é magnífico, Sagrado, único!

Mulher, podes ter tido quatro filhos ou nenhum, podes ser gorda ou magra, não interessa.
O teu corpo é perfeito tal como é, com todas as suas singularidades.

E, mulher, és linda!

Todas as mulheres são lindas. Mas falo especialmente para ti, que criaste condições dentro de ti para que um ser se pudesse formar, e que tens provavelmente desde aí nova relação com o teu corpo, olha para cada pequena marca que esse processo deixou com orgulho e admiração!

A tua barriga pode não ser “perfeita”, os teus seios podem já não ser iguais, as estrias podem vincar o teu corpo. Mas lembra-te dos milagres que criaram!

Admira cada pedaço de ti!

Esquece as mulheres das revistas e da televisão, que parecem perfeitas, esquece os corpos que gostavas de ter.
Olha para o teu corpo e vê-te perfeita a ti, tal como És!

A criação que está em ti torna-te Sagrada!

~ Rute

(imagem de Camilla Albano)


Apaixonada pelo processo de desenvolvimento humano. Apaixonada pelo Yoga. Apaixonada pelo parto. Apaixonada pela Vida. Sou Mulher. Sou Mãe. Sou Alma.