Ritual Honrando a Água Especiais / Eventos

Acordei num dia fora do tempo. A hora mudava e eu não sabia às quantas andava.

Na rua, talvez pelo cinzento da chuva, talvez por ser cedo de uma manhã de domingo, o tempo estava suspenso. Nada se mexia, só a chuva miudinha caia.
Eu tinha um entusiasmo jovial de quem vai a primeira vez para a escola. Era o dia em que nos íamos juntar, numa tribo de mulheres, para oferecer flores ao mar.

Uma parte de mim agradecia por estar a chover, afinal, o nosso tributo era à água, e o estar rodeado de água por todas as suas formas parecia-me a forma mais fluida que a natureza tinha de mostrar que sabia e acolhia as nossas intenções.

A emoção que me provocava a irreverência de num dia de chuva me descalçar, pisar a areia e molhar os pés na água acompanhou-me durante toda a manhã. A rebeldia de fazer algo que “não é suposto” conferia algo de iniciatico ao nosso ritual.

Depois, o caminho…
os passos conscientes em direcção ao mar.
A sensação de cada pisada na areia molhada.
Até chegar ao mar, forte, imponente, mas ao mesmo tempo de uma tranquilidade espantosa, como que a receber-nos a nós, às nossas intenções e ofertas.

Esse mar, com quem falo em silêncio, numa linguagem que só a alma entende, que me deixa a sensação de pertencer a algo maior do que eu.

E o caminho de volta… que tal e qual como no labirinto, de forma efêmere traçado na areia, me transforma durante a caminhada.

Vou, e quando volto trago um
Pouco mais… posso sentir às vezes a meio da viagem que me perco, mas quando percebo que é o caminho que me leva a onde tenho que chegar, a ânsia de não conhecer o destino logo se dissipa.

Toda esta viagem suportada pelo encontro de almas, que me mostra que o sagrado feminino está vivo nestes encontros de mulheres. Cada uma como cada qual, todas de alguma forma com as vidas entrançadas umas nas outras.

Gratidão por essa irmandade…
Grata pela vida.
Grata por ser mulher.
Grata por ser água.

~ Rute Ferreira

~ As mães d’água vão criar esta tradição, e todos os anos, por altura do dia Mundial da Água, vamos fazer este ritual Honrando a Água, juntas, oferecendo flores ao Mar. Contamos contigo!

Estas imagens maravilhosas – captadas com tanto carinho, entrega, e sensibilidade – foram oferta da nossa muito querida, e absolutamente UAU, Lieve Tobback! Temos muita sorte de ser presenteadas assim!

Carinho nosso!
~ Mães d’ Água


Apaixonada pelo processo de desenvolvimento humano. Apaixonada pelo Yoga. Apaixonada pelo parto. Apaixonada pela Vida. Sou Mulher. Sou Mãe. Sou Alma.