Escolho partilhar-Me contigo Yoga e a cidade

Inspira-me o sagrado da vida, nas coisas grandes, como nas pequenas.
Gosto de pequenos rituais que me transmitem solenidade, e me acordam para sacralidade que vive, poderosa, nas coisas simbólicas.

Sou uma curiosa pelo divino desta Vida, sim, e a sexualidade sagrada desperta-me interesse… mais do que ver o belo da sexualidade sagrada, inspira-me o amor sagrado.
Sim, é sagrada a escolha livre que fazemos de cada vez que nos partilhamos com alguém. O escolher hoje, a partir do meu centro, ter uma relação de Corpo e Alma com outro ser é algo divino, e a sua expressão pela sexualidade tem uma beleza extrema!

Hoje escolho-te!

Não hoje escolho fazer sexo contigo. Não é da liberdade de entrega ao sexo casual que falo – essa até pode saber bem, mas deixa um certo vazio na alma – não falo disso. Falo da beleza do “Hoje escolho-Te”!

Escolho partilhar-Me contigo.

Eu não sei nada sobre Tantra, mas…
Na verdade não sei nada, nada ou quase nada também, disso que chamam de “sexualidade sagrada” (palavras tão grandes, não são?). Mas, o descobrir a espiritualidade em cada coisa da vida encanta-me.
Encanta-me. E a sexualidade não é excepção.

Estar com alguém porque a minha Alma o escolhe é algo de magnífico. Cada encontro nos leva de regresso a casa. Cada toque nos derrete, até chegarmos a nós mesmos.

Eu não sei nada sobre Tantra, mas…

… mas a espiritualidade da sexualidade é inegável.
Estar ali, no momento presente, na entrega ao outro, sem pensamentos, com toda intensidade do nosso ser, sentindo-Nos um ao outro, de sentidos completamente despertos.
Estar ali, verdadeiramente no Agora é uma meditação. A meditação através do encontro.
Daquele encontro sagrado de partilha e entrega surge um silêncio fértil. Despida da frequência mental fica apenas quem verdadeiramente Sou.

Eu não sei nada sobre Tantra, mas…

Um dia ouvi que meditação é amor, então, porque não fazer do amor também uma meditação?

 

(imagem de Lieve Tobback)


Apaixonada pelo processo de desenvolvimento humano. Apaixonada pelo Yoga. Apaixonada pelo parto. Apaixonada pela Vida. Sou Mulher. Sou Mãe. Sou Alma.

Recomendamos também: