“Doular” – uma homenagem à semana mundial da doula Especiais

“Doular”

Ser DOULA é muita coisa.

“Doular” não é um verbo, vão dizer-me.

Pois não, são vários…

AMAR todo o trabalho de parto ainda que a mãe sonhe com “uma hora pequenina”.

INSPIRAR a mulher a ouvir o seu corpo.

RESPEITAR a mãe que existe em cada um de nós.

DAR-se/ doar-se de coração aberto.

ACARINHAR a mulher nos seus momentos de medo e dúvida.

PERMITIR que a mãe pense no seu parto e o prepare com amor, com entrega e sem receios.

GUIAR a mulher no caminho que ela escolhe seguir, sempre com ternura e amor.

CLARIFICAR e informar sobre todas as opções para o parto mesmo quando elas são confusas, precipitadas, manipuladoras, ou simplesmente em linguagem impossível de entender.

APOIAR a mãe em todas as suas decisões, ainda que estas se alteram.

PARTILHAR a sua sabedoria com a mãe e o pai com segurança e conhecimento sobre as melhores opções para essa família e bebé.

SUSTENTAR a vivência do parto do plano desejado para o plano vivenciado, do plano consciente para o transcendente.

CONFIAR na mãe, no bebé e no seu momento.

AUXILIAR a Integração da mulher do Eu individual para um Eu dual.

COMPREENDER o que só as mulheres sentem, sabem, vivem.

HONRAR a sabedoria de todas as Mulheres e Mães!

Nós trazemos o conhecimento das nossas ancestrais no nosso corpo; tu tens essa magia em ti!

Com muito carinho por todas as doulas, mães, mulheres e outros seres maternais,

Mães d’Água

Imagem: Empowered Birth Doula


Um coletivo de mães que fomentam o Parto na Água em Portugal.